Dicas

Temas de Redação para treinar: confira dicas

EAD URI   |    |  10 min de leitura
Saiba mais
Saiba mais

 Tags: Dicas

A redação é um passo muito importante em provas de ingresso para o ensino superior e para concursos. No caso do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a redação, sozinha, vale mil pontos e, por isso, é importante se esforçar bastante para obter uma boa nota.

Neste artigo, vamos apresentar alguns temas de redação para você treinar e, ainda, dicas para você se preparar para ela. Acompanhe!

Neste artigo, você vai conferir:

Como fazer uma boa redação?
Conheça os tipos de redação
Qual é o tipo de redação exigida em concursos, vestibulares e no Enem?
O que é o texto dissertativo-argumentativo?
Qual é a estrutura de um texto dissertativo-argumentativo?
Quantas linhas eu devo escrever numa redação dissertativo-argumentativa?
Minha redação deve ter título?
Como a redação do Enem é avaliada?
Temas de redação de edições anteriores do Enem
Outros temas de redação para treinar 
Dicas para uma redação de sucesso

notebook aberto e, em frente, um caderno de anotações.

Como fazer uma boa redação?

Na hora da prova, é sempre importante manter a calma e a concentração. Antes de qualquer coisa, é preciso que você se prepare.

Durante os seus estudos, inclua a escrita, utilizando temas antigos do Enem e, até mesmo, de vestibulares para treinar. 

Faz parte também da sua rotina, ficar atento aos noticiários, já que a redação, geralmente, solicita reflexões sobre o contexto atual e é importante ter bagagem argumentativa.

Ainda, nunca se esqueça da gramática e da ortografia. Dois elementos essenciais na avaliação.

Conheça os tipos de redação

As redações podem ser dissertativas, descritivas ou narrativas. Você precisa conhecê-los para saber como construir a sua.

Dissertação

A dissertação é um texto argumentativo. Nela, você “disserta” sobre
determinado assunto, com um teor opinativo.

O texto dissertativo é pautado na exposição de ideias sob o ponto de vista do locutor. Assim, é muito importante a capacidade de argumentação.

A dissertação tem por característica a estrutura pautada em introdução, desenvolvimento e conclusão.

No caso do Enem, na conclusão, o estudante deve apresentar uma proposta de intervenção para o problema abordado.

Narração

Neste tipo de texto, deve-se narrar um fato ou uma história. Os elementos básicos de uma narração são: enredo, tempo, espaço e personagens.

O narrador pode ser narrador personagem (1ª pessoa), narrador observador (3ª pessoa) ou narrador onisciente (1ª e 3ª pessoa).

A narração introduz uma situação, desenvolve um conflito e apresenta um desfecho para concluir a história. Os contos de fada são um exemplo de narração.

Descrição

A descrição é um texto baseado na exposição/relato de objetos, pessoas, lugares, acontecimentos. A descrição é uma narração minuciosa de algo ou alguém.

Seu objetivo é que o leitor crie uma “imagem mental” sobre aquilo que foi dito.

A descrição pode ser objetiva (descrição direta, simples, concreta) ou
subjetiva (quando há emoção presente).

Qual é o tipo de redação exigida em concursos, vestibulares e no Enem?

O tipo de redação depende de cada prova.

Nos concursos e vestibulares , os três tipos de redação, dissertação, descrição e narração, podem ser exigidos. Cabe ao candidato estudar provas anteriores e conferir os padrões exigidos.

Já o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, cobra uma única estrutura de texto, que é a dissertativo-argumentativa.

O que é o texto dissertativo-argumentativo?

O objetivo desse tipo textual é defender uma ideia com base em argumentos, convencendo o seu leitor de que você fundamentou bem a sua tese.

Assim, todo e qualquer argumento que você apresentar, precisa de fatos e ideias que o comprovem.

Por exemplo:

Não basta declarar que a tecnologia impacta positivamente nas relações sociais. Precisa dizer o porquê e, ainda, considerar possíveis pontos desfavoráveis ao assunto.

Assim, você poderia argumentar que a tecnologia pode prejudicar o contato humano, “olho no olho”, quando usada excessivamente e erroneamente, porém ela permite conectar pessoas que estão longe.

Qual é a estrutura de um texto dissertativo-argumentativo?

A dissertação tem uma estrutura que precisa ser cumprida: no mínimo três parágrafos apresentando a introdução, o desenvolvimento e a conclusão.

Não há modelos fixos de como construir cada parágrafo. O importante é que cada um deles apresente ideias que se completem entre si.

Introdução

É o parágrafo inicial do texto. Na introdução, deve-se apresentar a tese. Nela, você faz um recorte da abordagem que será tratada ao longo do texto.
É importante apresentar as ideias de forma sintética, pois é no desenvolvimento que você vai se dedicar a explicações mais longas.

Desenvolvimento

O desenvolvimento é o “corpo do texto”. É o momento para defender o seu ponto de vista apresentado na introdução, apresentando fatos e exemplos para convencer o leitor. É crucial não deixar perguntas em aberto, sem respostas. Tudo o que foi dito na introdução deve ser desenrolado aqui.

Conclusão

É o último parágrafo do texto. Aqui, retoma-se a tese defendida e se realiza uma reflexão final. No caso do Enem, é preciso apresentar uma proposta de intervenção para o problema abordado.

Quantas linhas eu devo escrever numa redação dissertativo-argumentativa?

O ideal é que a redação tenha de 25 a 30 linhas. O número mínimo e máximo de linhas estará especificado na prova.

A redação na prova do Enem, por exemplo, deve ter entre 7 e 30 linhas. Qualquer texto que não cumpra com esse limite será zerado pelo corretor.

A respeito dos parágrafos, não há regra fixa, contanto que se respeite a ordem: introdução, desenvolvimento e conclusão e, ainda, que eles apresentem uma conexão entre si.

Normalmente, o padrão adotado é:

Introdução > 1 parágrafo;
Desenvolvimento > de 2 a 3 parágrafos;
Conclusão > 1 parágrafo.

Minha redação deve ter título?

Em muitos casos, o título é opcional. Conforme o Manual de Redação do Enem 2019:

O título é um elemento opcional na produção da sua redação, assim, embora seja considerado como linha escrita, não é avaliado em nenhum aspecto relacionado às competências da matriz de referência

Se o título for solicitado ou se você desejar incluí-lo, opte por títulos curtos e não pontue ao seu final.

Como a redação do Enem é avaliada?

A redação do Enem é avaliada de acordo com cinco competências. Cada uma delas vale até 200 pontos. No total, a redação vale mil pontos.

Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa

Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos,
opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação

Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Temas de redação de edições anteriores do Enem

Uma excelente forma de encontrar assuntos para treinar a escrita é buscando por temas das edições anteriores do Enem. Aqui, preparamos uma lista para você conferir cada um dos temas já cobrados:

  • Enem 2020 (digital) - O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil
  • Enem 2020 (impresso) - O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira
  • Enem 2019 - Democratização do acesso ao cinema no Brasil
  • Enem 2018 - Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet
  • Enem 2017 - Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil
  • Enem 2016 - Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil
  • Enem 2015 - A Persistência da Violência contra a Mulher na Sociedade Brasileira
  • Enem 2014 - Publicidade infantil em questão no Brasil
  • Enem 2013 - Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil
  • Enem 2012 - O movimento imigratório para o Brasil no século XXI
  • Enem 2011 - Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado
  • Enem 2010 - O trabalho na construção da dignidade humana
  • Enem 2009 - O indivíduo frente à ética nacional
  • Enem 2008 - Como preservar a floresta Amazônica
  • Enem 2007 - O desafio de se conviver com a diferença
  • Enem 2006 - O desafio de se conviver com a diferença
  • Enem 2005 - O trabalho infantil na realidade brasileira
  • Enem 2004 - Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação
  • Enem 2003 - A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo?
  • Enem 2002 - O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais de que o Brasil necessita?
  • Enem 2001 - Desenvolvimento e preservação ambiental: como conciliar interesses em conflito?
  • Enem 2000 - Direitos da criança e do adolescente: como enfrentar esse desafio nacional?
  • Enem 1999 - Cidadania e participação social
  • Enem 1998 - Viver e aprender

Outros temas de redação para treinar 

Geralmente, a redação solicita que o candidato reflita sobre o contexto atual. Sempre fique atento aos temas que estão sendo debatidos na sociedade. Provavelmente, eles serão abordados na redação.

Confira temas para você ficar atento e, é claro, treinar para redação:

  • Mobilidade Urbana;
  • Bullying;
  • Fake News;
  • Saúde mental;
  • A importância do Sistema Único de Saúde (SUS);
  • Pandemia da Covid-19;
  • Vacinação;
  • O meio ambiente em questão no Brasil;
  • Educação a Distância / Ensino Remoto / Educação domiciliar (homeschooling);
  • O uso das redes sociais;
  • Direitos da população idosa;
  • Acessibilidade.

Dicas para uma redação de sucesso

Leia a proposta com atenção: toda redação apresenta uma proposta, através do chamado texto de apoio, com algumas orientações para o candidato. Leia com atenção e compreenda o que está sendo requisitado.

Seja fiel ao tema proposto e demonstre coerência. As informações apresentadas devem ser relevantes para o tema proposto e relacionadas diretamente a ele.

Escreva de forma simples e com clareza. Não utilize palavras bonitas apenas para “embelezar” o tempo. Opte por transmitir sua ideia da melhor forma possível

Preze pela objetividade. Apresente suas ideias sem repetições. Poucas ideias demonstram falta de repertório e podem ser prejudiciais ao candidato.

Fuja dos clichês: não utilize chavões ao longo do texto, como: fechar com chave de ouro, desde épocas remotas ou obras faraônicas.

Revise o texto. No rascunho, verifique se todas as ideias estão bem justificadas e, ainda, se a ortografia e a gramática estão corretas

Lembre-se que as redações em provas de avaliação são manuscritas. Assim, faça um esforço para manter a legibilidade.

Gostou das nossas dicas? Aproveite, também, para conferir outros conteúdos do blog EAD URI que podem te ajudar a estudar para a redação:

Dicas de português: saiba como e quando usar hífen
Aprenda quando usar onde ou aonde: exemplos e dicas para estudar gramática

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT