ENEM

O que mais cai em Geografia no Enem? Confira os principais conteúdos

Por EAD URI   | 

 Tag: ENEM

Não sabe por onde começar a estudar? Uma boa maneira de iniciar é descobrindo o que mais cai em geografia no Enem.  

O Exame Nacional do Ensino Médio nasceu nos anos 1990 como uma métrica, mas se transformou na principal porta de entrada para o ensino superior brasileiro. 

Nele, a prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias, onde está inserida a geografia, é uma prova que aborda questões relacionadas com o dia a dia e que exige muita interpretação de texto.  

Foi pensando em ajudar você a entender o que mais cai em geografia no Enem e como você pode começar a montar seu plano de estudo que trouxemos este artigo. 

Você vai conferir: 

Como funciona a prova do Enem?
O que mais cai em geografia no Enem?
Como a geografia pode aparecer na redação?
Como começar a estudar para o Enem
Questões sobre o que mais cai em geografia no Enem para treinar
Conclusão

Sua nota do Enem vale uma bolsa de até 100%!

Como funciona a prova do Enem?

O Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, nasceu em 1998 como uma forma de medir a qualidade do ensino médio em solo brasileiro. 

Ao longo do tempo foram sendo pensados programas de ingresso em instituições de ensino públicas e privadas utilizando a nota da prova. 

O que nos traz aos dias atuais, onde o Enem é a principal forma de ingressar no ensino superior. 

A prova do Enem é formada por 180 questões, 45 para cada área do conhecimento, que abordam conteúdos presentes no currículo do ensino médio. 

Você pode conferir todos os conteúdos-base da prova e as competências esperadas do candidato na Matriz de Referência do Enem, um documento elaborado pelo Ministério da Educação. 

As quatro grandes áreas do conhecimento na qual o Enem está dividido são: 

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;   
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;   
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
  • Matemática e suas Tecnologias.

Por sua vez, as questões de geografia se encontram dentro da área de Ciências Humanas e suas Tecnologias. 

Como a prova é corrigida? 

O Enem segue dois processos de correção, um para a redação e outro para a prova objetiva. 

A folha da redação é corrigida manualmente por uma banca de especialistas, enquanto o cartão-resposta, que contém as respostas do candidato para as questões objetivas, é corrigido por um algoritmo, a TRI. 

A Teoria de Resposta ao Item, a TRI, corrige o cartão resposta atribuindo uma nota à cada uma das respostas do candidato, levando em consideração o padrão de erros e acertos dele. 

O algoritmo consegue identificar, através da classificação de dificuldade das questões, se o candidato acertou uma questão porque realmente sabia ou porque chutou. 

No caso de o chute ser identificado, o candidato leva uma pontuação menor. 

E a TRI faz isso porque consegue perceber que, se um aluno acertou uma questão difícil, mas errou uma considerada fácil dentro do mesmo tema, ele provavelmente chutou. 

É por causa dessa forma de correção que é praticamente impossível saber a nota do Enem com acurácia tendo apenas o gabarito. 

É preciso esperar a pontuação oficial ser liberada.

O que mais cai em geografia no Enem? 

A prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias abrange conteúdos das disciplinas de geografia, história e sociologia. Por isso, traz temas atuais em suas questões. 

É uma prova que pede bastante interpretação de texto, conhecimentos da atualidade e conhecimentos específicos das disciplinas. 

Quanto à prova de geografia, diversos assuntos já estiveram presentes. Porém, sempre contendo porcentagens de representação diferentes. 

Por exemplo, nos últimos anos os assuntos ambientais somaram mais de 15% das questões de geografia do Enem, enquanto perguntas sobre solo, energia, América Latina e espaço geográfico somaram 1% cada. 

Confira abaixo a divisão em porcentagem sobre o que mais cai em geografia no Enem: 

Geografia humana:

  • Questões ambientais (15,5%) 
  • Urbanização (10,4%) 
  • Globalização (9,1%) 
  • Geografia agrária (6,5%) 
  • Indústria (6,5%) 
  • Demografia (5,2%) 
  • Ordem Mundial e Conflitos (5,2%) 
  • Relações internacionais (3,9%) 
  • Oriente Médio (2,6%) 
  • Problemas urbanos (2,6%) 
  • América Latina (1,3%) 
  • Energia (1,3%)
  • Espaço geográfico (1,3%)
Geografia física: 
  • Climatologia (10,4%) 
  • Cartografia (6,5%) 
  • Biogeografia (3,9%) 
  • Hidrografia (3,9%) 
  • Geomorfologia (2,6%) 
  • Solos (1,3%) 

o que mais cai em geografia no enem - descubra neste artigo

Levando em consideração os conteúdos com maior porcentagem, reunimos algumas informações importantes sobre o que mais cai em geografia no Enem abaixo: 

Questões ambientais 

Para se dar bem nas questões sobre assuntos ambientais, é importante dominar os conceitos ligados aos problemas ambientais e saber relacionar esses conceitos com as atividades que os causaram. 

Além disso, é importante, também, saber quais são os impactos desses problemas ambientais no planeta e quais poderiam ser as soluções para acabar ou diminuir os efeitos. 

Geografia agrária e agropecuária 

Dentro desse tema, o assunto mais comum é a agricultura. Esse ramo da geografia estuda a utilização produtiva do campo pela humanidade. 

Por isso, entender as técnicas de preservação do solo na agricultura, assim como os efeitos negativos de determinadas formas de plantio ao meio ambiente, é importante. 

Também é interessante conhecer termos relacionados à geografia agrária, como agricultura intensiva e extensiva, drenagem, terraceamento, aração, entre outros. 

Isso ajuda na interpretação de texto das questões sobre o assunto. 

Fases do capitalismo 

É comum que a prova de geografia traga questões sobre as fases do capitalismo, então é importante ter os conceitos na ponta da língua. 

Por isso, estude o modelo capitalista fase a fase, identificando os elementos que ajudaram no avanço de uma fase para outra e as atividades primordiais de cada período. 

Também é importante saber identificar como as atividades econômicas que marcaram cada fase impactaram, e ainda impactam, o meio ambiente. 

Isso porque as questões de geografia não estão isoladas, a prova funciona de maneira interdisciplinar. 

Indústria e comércio 

Também é importante estudar os processos de industrialização que aconteceram ao redor do mundo. 

Isso porque as diferentes revoluções industriais acontecidas ao longo da história, seus processos, produtos e tecnologias podem aparecer nas questões. 

Por isso, você precisa saber correlacionar as fases da industrialização e apontar os respectivos impactos na sociedade, economia e meio ambiente. 

Além da indústria, relações comerciais também podem aparecer. 

Nesse sentido, é preciso conhecer os principais acordos comerciais do mundo, seus impactos econômicos e como surgiram. 

Ainda dentro desse assunto, questões sobre importação e exportação também podem estar presentes. 

Nesse caso, é importante conhecer as principais relações internacionais, flutuações de mercado e os impactos econômicos internos e externos destas relações. 

Urbanização  

Questões de urbanização abordam especialmente o processo de crescimento das cidades. 

Em grande parte, aparecem os problemas das metrópoles, como mobilidade, desigualdade social, falta de segurança e aumento da violência. 

Para estar preparado, é importante conhecer as características específicas dos processos de urbanização do Brasil e do mundo. 

Podem aparecer questões onde você vai precisar pensar sobre o que desencadeou o crescimento e a diferença entre a urbanização em países desenvolvidos e em países em desenvolvimento. 

Outros conceitos importantes são: hierarquia urbana, redes urbanas, macrocefalia urbana e conurbação. 

Migrações e População   

Para se dar bem nas questões sobre estes assuntos, é preciso entender os fatores de atração e repulsão que definem os fluxos migratórios, especialmente. 

Também é importante saber identificar as principais ondas migratórias atuais e os tipos nos quais elas se classificam, assim como seus impactos sociais e ambientais. 

Questões populacionais dizem respeito à geografia demográfica. 

É preciso compreender aspectos de crescimento, decrescimento, envelhecimento populacional, dinâmicas de mobilidade, comportamento e qualidade de vida das populações. 

Nessas questões, é comum que apareçam gráficos para interpretação e identificação. 

Geologia e relevo

As questões sobre geografia e relevo são temas da geografia física e abordam, no caso do Enem, o território brasileiro. 

Podem aparecer questões que citam características do terreno, exigindo conhecimento sobre tipos e regiões, assim como impactos da atividade humana à geologia e relevo. 

Outro tópico interessante de estudar dentro desse assunto são os fenômenos naturais ou antropogênicos que originam as diferentes formações geológicas e os diferentes relevos. 

Hidrografia 

Por fim, a hidrografia é um assunto de relevância no Enem e também foca no território nacional. 

Para se dar bem nessas questões, é importante entender o ciclo da água, as bacias hidrográficas do Brasil e os tipos de rios. 

Também é interessante estar atento aos principais problemas ambientais hidrográficos, como enchentes, desvios de rios e crises hídricas, além de entender seus impactos sociais e econômicos. 

Como a geografia pode aparecer na redação? 

Além de aparecer na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias, a geografia também pode estar presente no tema da redação. 

Isso porque é frequente que a redação do Enem aborde temas sociais, fazendo uma intersecção com outros assuntos cobrados no exame. 

Em dois momentos da história do Enem, a relação já pode ser feita com conteúdos de geografia. Confira: 

  • 2001 - Desenvolvimento e preservação ambiental: como conciliar os interesses em conflito?  
  • 2008 - Como preservar a floresta Amazônica: suspender imediatamente o desmatamento; dar incentivo financeiros a proprietários que deixarem de desmatar; ou aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar 

Como começar a estudar para o Enem 

Agora que você sabe o que mais cai em geografia no Enem e sabe quais tópicos precisa revisar, vamos falar sobre como você pode começar a estudar para a prova. 

O primeiro passo é montar um plano de estudos, então vamos dar algumas dicas:  

  • Coloque o estudo como prioridade na sua agenda: faça um cronograma com horários de estudo e os conteúdos de cada um desses horários;   
  • Comece pelos conteúdos que você tem menos familiaridade: assim, você consegue cobrir mais conteúdo durante o tempo de estudo;   
  • Programe os seus momentos de pausa também: isso porque estudar o tempo todo pode acabar fazendo você ficar estressado, cansado e não absorver o que leu;   
  • Durma bem e fique hidratado: além de estudar e preparar o seu cérebro, não esqueça de cuidar do seu corpo. Tão importante quanto estudar é se manter hidratado e descansado. 

Uma forma interessante de se preparar para o Enem é estudando a partir das provas de edições passadas. Elas ajudam a ter uma ideia sobre o conteúdo e o tempo para as respostas.   

 As questões já aplicadas e seus respectivos gabaritos estão disponíveis neste site. 

Questões sobre o que mais cai em geografia no Enem para treinar 

Nós reunimos aqui algumas questões para você treinar o que cai em geografia no Enem. As respostas você encontra na conclusão deste artigo. 

Questão 1 – Enem 2017 

O desgaste acelerado sempre existirá se o agricultor não tiver o devido cuidado de combater as causas, relacionadas a vários processos, tais como: empobrecimento químico e lixiviação provocados pelo esgotamento causado pelas colheitas e pela lavagem vertical de nutrientes da água que se infiltra no solo, bem como pela retirada de elementos nutritivos com as colheitas. Os nutrientes retirados, quando não repostos, são comumente substituídos por elementos tóxicos, como, por exemplo, o alumínio. 

LEPSCH, I. Formação e conservação dos solos. São Paulo: Oficinas de Texto, 2002 (adaptado). 

A dinâmica ambiental exemplificada no texto gera a seguinte consequência para o solo agricultável 

A) Elevação da acidez.
B) Ampliação da salinidade.
C) Formação de voçorocas.
D) Remoção da camada superior.
E) Intensificação do escoamento superficial

Questão 2 – Enem 2015 

Um carro esportivo e financiado pelo Japão, projetado na Itália e montado em Indiana, México e França, usando os mais avançados componentes eletrônicos, que foram inventados em Nova Jérsei e fabricados na Coreia. A campanha publicitária é desenvolvida na Inglaterra, filmada no Canadá, a edição e as cópias, feitas em Nova York para serem veiculadas no mundo todo. Teias globais disfarçam-se com o uniforme nacional que lhes for mais conveniente. 

REICH, R. O trabalho das nações: preparando-nos para o capitalismo no século XXI. São Paulo: Educator, 1994 (adaptado). 

A viabilidade do processo de produção ilustrado pelo texto pressupõe o uso de 

A) linhas de montagem e formação de estoques.
B) empresas burocráticas e mão de obra barata.
C) controle estatal e infraestrutura consolidada.
D) organização em rede e tecnologia de informação.
E) gestão centralizada e protecionismo econômico.

Questão 3 – Enem 2019 

A fome não é um problema técnico, pois ela não se deve à falta de alimentos, isso porque a fome convive hoje com as condições materiais para resolvê-la. 

PORTO-GONÇALVES, C. W. Geografia da riqueza, fome e meio ambiente. In: OLIVEIRA, A. U.; MARQUES, M. I. M. (Org.). O campo no século XXI: território de vida, de luta e de construção da justiça social. São Paulo: Casa Amarela; Paz e Terra, 2004 (adaptado). 

O texto demonstra que o problema alimentar apresentado tem uma dimensão política por estar associado ao(à) 

A) escala de produtividade regional.
B) padrão de distribuição de renda.
C) dificuldade de armazenamento de grãos.
D) crescimento da população mundial.
E) custo de escoamento dos produtos.

Questão 4 – Enem 2015 

A Unesco condenou a destruição da antiga capital assíria de Nimrod, no Iraque, pelo Estado Islâmico, com a agência da ONU considerando o ato como um crime de guerra. O grupo iniciou um processo de demolição em vários sítios arqueológicos em uma área reconhecida como um dos berços da civilização. 

Disponível em: http://oglobo.globo.com. Acesso em: 30 mar. 2015 (adaptado). 

O tipo de atentado descrito no texto tem como consequência para as populações de países como o Iraque a desestruturação do(a): 

A) homogeneidade cultural
B) patrimônio histórico
C) controle ocidental
D) unidade étnica.
E) religião oficial

Conclusão 

Esperamos que, ao chegar ao final deste artigo, o que mais cai em geografia no Enem tenha ficado claro para você. 

E agora, assim como prometido, confira o gabarito das questões: 

Questão 1 – Alternativa A
Questão 2 – Alternativa D
Questão 3 – Alternativa B
Questão 4 – Alternativa B 

Leia também: