Você provavelmente já tenha ouvido falar sobre as notas de corte do ENEM, mas sabe exatamente do que se trata?

A expressão, apesar de ser conhecida de muitos, ainda gera bastante confusão.

Se você também não entende ao certo como funciona a questão da nota de corte, fique tranquilo.

Neste texto vamos explicar como é o critério de seleção adota pelas universidades a partir do desempenho do estudante no ENEM.

Fique conosco até o fim e tire todas suas dúvidas sobre como aproveitar melhor a sua nota.

imagem enem

Sobre o ENEM

O Exame nacional do Ensino Médio foi criado em 1998, pelo Ministério da Educação, com o objetivo de compreender o nível de qualidade da educação no Brasil.

Foi a primeira vez em que estudantes de todos os estados do país foram avaliados simultaneamente. A intenção, no primeiro momento, era ter um diagnóstico de como estava o grau de conhecimento dos jovens brasileiro, para, a partir de disso, criar novas diretrizes e melhorias, especialmente no ensino médio.

A partir de 2004, o ENEM passou a ser usado como critério para o ingresso em universidades públicas e privadas do país.

O Exame hoje é a principal forma de entrar no ensino superior, e, para a edição 2020 teve mais de 6 milhões de inscritos.

A partir do desempenho no ENEM, o estudante pode participar de programas do governo federal, como o ProUni – que oferece bolsas totais ou integrais em instituições particulares, Sisu – iniciativa que oferece vagas em universidades públicas, além do FIES – programa de financiamento estudantil.

Entretanto, só podem concorrer a vagas os candidatos que obtiveram um resultado igual ou superior a 450 pontos. Além disso, o estudante não pode ter zerado a redação.

ENEM Digital

A grande novidade da edição 2020 é o ENEM Digital. A iniciativa dá início a um processo que deve se consolidar nos próximos anos, no qual as provas devem passar a ser on-line, sem o uso do papel.

Neste ano, mais de 90 mil candidatos optaram pela versão digital da prova. A expectativa é que o exame passe a ser totalmente on-line até 2026.

Além da economia em papel, o ENEM Digital deve dar fim aos transtornos logísticos causados pela distribuição das provas físicas.

Na prática, os conteúdos e nível de dificuldades das provas no papel e no computador é o mesmo. Além disso, a prova do ENEM Digital ocorre em computadores designados pelo Inep, instituto responsável pela aplicação do exame.

Em entrevista recente, o presidente do Instituto, Alexandre Lopes, garantiu que não é possível o estudante acessar outros programas e foi categórico ao garantir que não é possível cometer fraudes ou colar durante o ENEM Digital.

Embora a prova seja on-line, a redação de quem optou por esse formato seguirá sendo no papel, para garantir a comparabilidade entre todos os candidatos.

enem digital

Notas de corte do ENEM

Se a intenção do estudante for uma vaga em universidades públicas, é necessário estar inscrito no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) - sistema do Ministério da Educação, no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do ENEM.

É necessário que o estudante apresente o desempenho no Exame. Quanto mais alta a nota, maior a chance de conseguir uma vaga.

O nível de concorrência muda entre as instituições e cursos. O site Quero Bolsa divulgou recentemente uma lista com as 11 universidades mais concorridas do Brasil .

A nota de corte nada mais é do que o nota mínima necessária para que um candidato fique entre os selecionados. O Sisu calcula todos os dias essa nota com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência.

Em instituições públicas, a nota de corte costuma ser mais alta. Para concorrer a uma vaga, o estudante não pode ter feito menos de 450 pontos. Vale lembra que a pontuação no ENEM vai de 0 a 1000.

Para cursos com bastante concorrência, como medicina, direito e engenharias, é recomendável que o candidato faça mais de 700 pontos.

Uso da nota do ENEM em universidades particulares

Em instituições privadas de ensino o uso da nota do ENEM se dá de diferentes maneiras. Na URI, por exemplo, é possível usar o desempenho no exame para entrar direto nos cursos EAD.

O candidato também pode usar a nota da prova para tentar uma bolsa parcial ou integral pelo ProUni.

Ainda sobre os cursos de graduação a distância da URI, dependendo da nota no ENEM, é possível também ter descontos integrais. Neste link, em nosso site, é possível saber mais detalhes de como participar desse processo, inclusive já fazendo a inscrição.

Na grande maioria das vezes, a nota de corte em universidades particulares é menor do que que em instituições públicas de ensino.

Bolsas do ProUni

O ProUni é o principal programa do governo federal para bolsas de estudo em universidades particulares do Brasil.

Dentre os critérios usados para conseguir esses benefícios estão a renda do estudante e o desempenho no ENEM.

Para concorrer à bolsa integral, o estudante precisa ter renda mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa.

Somente pode participar do Prouni o estudante brasileiro que ainda não obteve o diploma de curso superior e que tenha participado da edição mais recente do ENEM, com desempenho superior a 450 pontos. Além disso, o candidato não pode ter tirado zero na redação.

Dicas para um bom desempenho no ENEM

Como dissemos anteriormente, o ENEM já ultrapassou a casa dos 6 milhões de inscritos.

Sem sombra de dúvidas, é o maior processo seletivo para universidades do Brasil.

No entanto, a oferta de vagas aumentou muito tanto nas universidades públicas quanto nas particulares. Embora a concorrência seja grande, a verdade é que, com esforço e dedicação, é possível obter um bom desempenho no ENEM e garantir o acesso ao ensino superior.

Se você está se preparando para as provas, confira algumas dicas que podem ajudar na reta final:

- Faça exercícios de edições passadas do ENEM: uma das melhores formas de medir se você está bem preparado é fazer exercícios e questões de edições passadas do ENEM. No site site Questões ENEM  é possível ter acesso a todas as questões aplicadas na prova entre 2009 e 2019.

Para realizar os simulados, basta o estudante precisa fazer um breve cadastro com seu e-mail. Uma vantagem é a possibilidade de filtrar as questões por assunto, e praticar apenas os conteúdos que estudante quiser.

- Tenha períodos de descanso: de nada adianta você ficar 6 horas ininterruptas estudando sem descansar. Provavelmente ao final dessa empreitada seu cérebro terá fixado menos conteúdo do que se tivesse feito pausas para descansar no meio da jornada. A recomendação é fazer pausas, de hora em hora, descansar de 5 a 10 minutos e retomar o estudo, alternando as matérias e conteúdos.

- Durma bem e tente manter a calma: digamos que você estudou por meses e até anos para o ENEM, e está com dificuldade para controlar o nervosismo nos dias que antecedem a prova. Saiba que essa situação acontece com milhares de candidatos. Neste caso, nosso conselho é tentar manter a calma, dormir bem, relaxar, se distrair, escutar música, assistir um episódio de sua série favorita. Tente permanecer tranquilo, inclusive quando tiver com a prova em mãos. Isso o permitirá ler os enunciados com calma, analisar cada alternativa e buscar as respostas de acordo com seus conhecimentos. Respire fundo, beba água, tente estar relaxado.

- Chegue com antecedência ao local da prova: atrasos não são tolerados no ENEM. Todos os anos, milhares de pessoas são desclassificadas por chegarem atrasadas aos locais de prova. Prepare-se no dia anterior, separe os documentos necessários e o que irá levar, para não correr risco de esquecer de nada. Chegando antes, você já se acostuma com o local do exame, fica ambientado e consegue controlar melhor a adrenalina que costuma ficar alta em dias de prova.

enem 2-1

E depois do ENEM? Onde vou estudar?

Passada a prova, é hora de um merecido descanso após a exaustiva maratona. Porém, o segundo passo é escolher onde estudar caso sua pontuação tenha sido boa.

A URI é uma ótima opção, e ainda tem uma facilidade para quem fez o ENEM, que é a possibilidade de ingressar diretamente nos cursos EAD.

Atualmente, a instituição oferece mais de 20 cursos de graduação nas modalidades EAD e semipresencial, como Administração, Marketing, Biomedicina, Letras, Pedagogia, entre outros.

Para participar deste processo, é possível, inclusive, usar notas de edições anteriores do ENEM.

Conclusão

O ENEM é uma etapa importante na vida de estudantes de todo o Brasil. Prova disso é o número alto de inscrições para o exame – mais de 6 milhões somente na edição 2020.

O Exame contribuiu muito para o aumento no acesso ao ensino superior no Brasil, desde que foi criado.

Outro ponto de crescimento no país é o ensino a distância. Desde 2019, o número de vagas disponibilizadas para cursos EAD é maior do que de presenciais, nas instituições privadas. Os dados são do censo do ensino superior.

Esse aumento se deve, em grande parte à flexibilidade que uma faculdade a distância permite, bastando o estudante ter acesso à internet para poder assistir às aulas.

Outro ponto positivo é o valor das mensalidades – menor em comparação com as graduações presenciais.

O aluno que opta por uma graduação EAD tem o mesmo nível de qualidade demonstrado pela URI nos últimos 28 anos.

Se você tem interesse em investir no seu futuro com uma graduação a distância, conheça nossos cursos agora mesmo.

Inscreva-se no nosso Blog

ead uri

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT