Uma dúvida que assola milhares de jovens em todo o Brasil: como fazer um currículo para o primeiro emprego? Quais informações são relevantes? Se você também está vivendo esse momento, saiba que é possível criar um currículo atrativo, até mesmo para quem tem pouca ou nenhuma experiência profissional.

A disputa no mercado de trabalho contempla profissionais de cargos, faixa etária e aptidões diferentes. De acordo com os dados obtidos através da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), o percentual de jovens desempregados é o dobro do que as pessoas de de outras idades e que já possuem algum tipo de experiência comprovada.

No artigo de hoje, você conhecerá dicas práticas que vão te ajudar no desenvolvimento de um bom currículo, seja para conseguir seu primeiro emprego ou tentar uma vaga em outra área de atuação.

curriculo

Atenção para suas informações de contato

O currículo é o cartão de visitas de quem está atrás de uma oportunidade de trabalho. Neste documento, devem estar as principais informações sobre a vida pessoal e profissional do candidato.

As informações de contato devem aparecer no currículo de forma prática, objetiva e direta. Afinal, quem entrega um currículo, espera receber ao menos uma ligação do recrutador responsável pelo processo seletivo e assim, agendar a tão sonhada entrevista.

Na grande maioria dos casos, as informações de contato ficam em destaque no topo do currículo. É importante ressaltar que oferecer dados pessoas demais é um erro, informações como nome completo, idade, e-mail, telefone, endereço físico e contato para recado são o suficiente.

E as redes sociais, elas devem fazer parte de um currículo? Essa é uma discussão que divide opiniões. A Robert Halt, empresa líder mundial em recrutamento especializado, defende que apenas o LinkedIn deva constar no currículo.

Já Raphael Falcão, diretor da Hays, acredita que é possível conseguir bons contatos através das redes sociais. Mas atenção, se essa for sua intenção, faça uma análise no conteúdo postado para ter certeza de que é adequado revelá-lo já no currículo.

Jamais informe número de documentos pessoais, como CPF, RG e Carteira de Trabalho. E também evite os endereços de e-mail poucos profissionais, como aqueles que constam apelidos, nome de personagens de séries e filmes, entre outras variações que não seja o seu nome.

É também neste espaço que as pessoas com deficiência (PcD), podem informar qual o tipo e grau de sua deficiência. Vale lembrar que essa informação só é obrigatória caso o candidato precise de adaptações ou auxílio em algumas funções ao longo de expediente.

Antes de imprimir ou enviar o seu currículo por e-mail, confira se todos os dados estão certos, afinal, deve ser muito frustrante perder uma oportunidade porque o código de área do telefone estava errado.

Coloque seu objetivo no currículo

O segundo passo para fazer de um currículo para o primeiro emprego, é descrever qual é o seu objetivo profissional. Essa informação não está presente no currículo de muitos candidatos, o que faz desse preenchimento, um diferencial positivo.

O ideal é que se tenha clareza no direcionamento da vaga em questão. Vamos supor que você esteja a procura de uma vaga em vendas, neste caso, mostre seu interesse em trabalhar na área e vontade em conseguir o primeiro emprego. Você pode escrever algo como:

“Estou em busca do meu primeiro emprego e tenho interesse em trabalhar na área de vendas. Me comunico bem e quero estimular ainda mais esta habilidade através do contato com o público.”

Lembre-se: caso coloque área ou cargo que pretende iniciar sua vida profissional, foque em vagas iniciais, como menor aprendiz, estágio, assistente e auxiliar.

É importante lembrar que não saber por onde começar é mais comum do que se imagina. Isso não é um problema. Caso esse seja o seu cenário, opte por um objetivo sincero e fuja do clichê, por exemplo:

“Sou recém formado em curso tal e sem experiência profissional. Estou na busca do meu primeiro emprego e com muita vontade de aprender.”

Outra dica é personalizar o objetivo profissional de seu currículo incluindo o nome da empresa ou companhia que você esteja pleiteando uma vaga. Isso mostra um cuidado a mais em sua candidatura.

entrevista de emprego

Adicione informações de ensino e cursos

O objetivo principal desta seção em um currículo, é listar o que você estudou ao longo da vida. Escreva sobre seu nível de formação (ensino médio completo, superior incompleto), onde estudou e quando concluiu. Os cursos, palestras e demais atividades extracurriculares que possuem certificação de conclusão também entram nesta seção do currículo.

Uma dica importante para quem pretende fazer um currículo para o primeiro emprego, é começar o preenchimento deste campo pela formação mais recente, seguido das mais antigas.

Cursos em geral mostram o seu interesse em qualificação e aprimoramento profissional, vantagens competitivas e super positivas, que influenciam na disputa de vaga no mercado de trabalho.

Fale sobre trabalhos freelancers ou voluntário

A seção do currículo onde são descritas as experiências profissionais, com certeza, é a que mais traz insegurança. Afinal, como preencher essa parte para quem faz um currículo para primeiro emprego?

Quem está no início da carreira e possui pouca ou nenhuma experiência profissional, pode usar um truque honesto que consiste em destacar vivências que contribuíram para o seu desenvolvimento.

Você pode listar estágios, trabalho como freelancer e principalmente, trabalhos voluntários, caso houver. Este último é muito bem visto no ambiente corporativo, pois mostra o seu interesse em contribuir com o coletivo, além de ser a prova que algumas habilidades foram desenvolvidas ao longo do processo.

Vale listar também projetos acadêmicos e demais trabalhos que exigiram grandes doses de dedicação. Por exemplo, digamos que você se envolveu na organização de um evento da faculdade, da igreja ou algo cultural. Você pode incluir essa informação como:

“Membro da comissão organizadora do Evento X realizado de 21 a 24 de abril de 2019.

Período: de 15 de março a 24 de abril (considere o tempo que começou a organização)

Atividades: auxílio na elaboração de orçamentos, busca de parcerias e patrocinadores e planejamento das atividades do dia do evento.”

Mas, o mais importante é: não minta na hora de fazer um currículo para o primeiro emprego. Caso o recrutador note as informações falsas, você provavelmente será excluído do processo seletivo.

Dê informações adicionais

Existem algumas informações que não cabem nas demais seções, mas que são um grande diferencial para o candidato na hora de fazer um currículo para o primeiro emprego. As informações adicionais aumentar sua chance de conquistar uma vaga no mercado de trabalho.

Neste espaço, você pode informar se possui carteira de habilitação (e de qual categoria), flexibilidade de horário para trabalhar, disponibilidade para viagens ou mudança de cidade, registros de conselhos da área e premiações.

Conte com referências pessoais

E por fim, liste algumas pessoas de confiança que podem confirmar sua proatividade e habilidades. Você pode citar o nome, cargo, telefone e e-mail de professores, colegas de trabalho voluntário ou do contratante dos serviços de freelancer, mas antes disso, peça permissão a estas pessoas para a exposição de seus dados.

Não cometa estes erros

Atenção, as dicas abaixo devem ser consideradas na hora de fazer um currículo para o primeiro emprego:

Inserir informações desnecessárias

Apresentar informações além do que foi discutido acima, além de ser desnecessário, pode ser um fator predominante para a sua eliminação em processos seletivos e o descarte do currículo.

Segundo pesquisa realizada pela Catho, classificado online de vagas e currículos, um recrutador recebe em média 50 currículos por dia, destes, de 5 a 10 candidatos passam para a fase de entrevista. Um currículo muito longo e prolixo dificulta o encontro das principais informações e não é nada atrativo.

Erros de português

De nada adianta apresentar ótimas informações profissionais e acadêmicas, boas referências e ter um objetivo claro, se no momento de fazer um currículo para o primeiro emprego, o candidato comete erros básicos de português.

A revisão do currículo é negligenciada por profissionais de todos os níveis de carreira, o que é um erro grave. Uma boa revisão pode garantir o desempenho do candidato no processo seletivo.

Portanto, antes de enviar o seu currículo, certifique-se os dados pessoas e de contato estão digitados corretamente, qualquer erro pode impedir que o recrutador entre em contato com você. Aproveite a funcionalidade de correção ortográfica disponível em programas de edição, para revisar o que foi escrito.

E só por garantia, peça para uma terceira pessoa revisar o conteúdo de seu currículo. Um olhar de fora e sem vícios é perfeito para encontrar detalhes que passaram batido.

Mentiras

A sinceridade é um requisito primordial em qualquer processo seletivo. Portanto, jamais minta sobre sua formação ou qualquer outra informação que tenha disponibilizado em seu currículo. Essa atitude pode deixar marcas negativas em sua carreira.

Os recrutadores são profissionais especializados em processo seletivo, eles conseguem identificar possíveis potenciais entre os candidatos a uma vaga e são excelentes em buscas. Ou seja, o responsável pela seleção consegue validar as informações que compõem o currículo, caso alguma delas seja divergente, o risco de eliminação é grande.

As mentiras mais comuns encontradas por recrutadores são referentes às habilidades pessoais, como fluência em outro idioma, conhecimento avançado em áreas específicas e cargos ocupados.

Outras dicas de como fazer um currículo para primeiro emprego

Candidate-se a vagas que não exigem experiências

Conseguir uma vaga sem ter experiência profissional comprovada é o grande entrave de quem busca pelo primeiro emprego. E por mais que parece uma dica óbvia, a candidatura em vagas que não exija experiência é uma boa forma de entrar para o mercado de trabalho.

Para encontrar essas oportunidades, pesquise as vagas disponíveis em empresas de médio e grande porte, pois estas organizações, em sua grande maioria, possuem um departamento exclusivo para o treinamento e capacitação de colaboradores, logo, são mais receptivos a novos contratos sem experiência.

Vale também aproveitar as conexões que a internet oferece. Sites como Vagas.com, Infojobs, Catho, Linkedin, entre outras plataformas de vagas e currículos são uma grande ajuda para quem procura por trabalho.

Utilize um modelo simples de currículo

Sabemos que a ansiedade em acertar pode nos levam a decisões exageradas. Quando for fazer o seu currículo para primeiro emprego, opte por modelos com formatações simples, sem muitas cores e demais pontos que possam desviar a atenção do recrutador de seu objetivo principal.

Alguns sites oferecem modelos de currículo para baixar. Você consegue editar com suas informações sem pecar pelo excesso.

Mostre que está disposto a aprender mais

O desenvolvimento pessoal e profissional do indivíduo, acontece ao longo de toda a vida, mas somente os mais interessados no aprimoramento de suas competências e estímulos das habilidades, saem em busca de especialização e outras qualificações.

Caso essa vontade seja verdadeira, sinalize em seu currículo o interesse em começar novos cursos, seja eles de graduação, pós-graduação ou qualquer outro tipo de atualização de conhecimento. Isso mostra a sua preocupação em se desenvolver, além de conquistar cada vez mais o seu posicionamento no mercado de trabalho.

Prepare-se para seu futuro com a faculdade

O mercado de trabalho tem se tornado cada vez mais competitivo. Muito profissionais já entenderam o recado e estão se qualificando. Isso explica a crescente procura por ensino superior.

Bolsas de estudo e financiamentos do governo, bem como descontos oferecidas por instituições de ensino privadas, democratizaram o acesso ao ensino superior de qualidade para boa parte da população. Vale ressaltar que o ensino à distância contribui diretamente no aumento desses dados.

Segundo a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), em 2023 o Brasil terá mais alunos matriculados no ensino a distância que no presencial. Entre os principais motivos que contribuíram para esse aumento, estão a diversidade de cursos oferecidos, flexibilidade de horários e mensalidade que cabe no bolso.

Caso você seja uma pessoa conectada, saiba que a modalidade a distância foi feita para você. As aulas na faculdade EAD acontecem pela plataforma de ensino da instituição, por ela é possível acessar apostilas, assistir às aulas, tirar dúvidas com professores e tutores. Tudo pela internet, de onde quiser e quando puder.

Agora que vimos como fazer um currículo para o primeiro emprego, chegou a hora de pôr essas dicas em prática. Organize suas informações conforme apresentado no artigo e lembre-se de revisar todo o conteúdo de seu currículo, esse cuidado evita que sua participação em processos seletivos seja cancelada.

E o mais importante: estude. O mercado de trabalho só aceita quem se qualifica. Acesse nosso blog e saiba quais são os cursos de ensino superior com maior empregabilidade e comece o seu futuro.

Inscreva-se no nosso Blog

ead uri

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT