Cursos EAD URI

Biomedicina: o que estuda e será que é para você? Descubra agora!

Por EAD URI   | 

 Tag: Cursos EAD URI

Você já pensou em ser um biomédico? Sabe o que se estuda em biomedicina? Essa profissão vem ganhando cada dia mais evidência no mundo devido a sua grande importância para as comunidades e a sociedade. Em um momento de epidemia ou pandemia, o biomédico é quem tem o destaque principal para achar saídas, estudar as doenças, os vírus e bactérias, fazer e testar vacinas, entre outros.

Porém, a atuação do biomédico não se limita à isso. Por ser uma carreira na área de biológicas e da saúde, esse profissional pode atuar também em outras diversas profissões relacionadas. Podemos citar a atuação em laboratórios, análises clínicas, em universidades, seja como professor ou efetuando diversos tipos de pesquisas científicas que contribuem para o avanço da sociedade. Dessa forma, não se trata de uma área com poucas opções.

Apesar de ter extrema importância, a biomedicina ainda é uma área considerada nova, e que vem atraindo cada vez mais estudantes interessados. Por se tratar de uma área nova, o profissional formado em biomedicina possui uma grande valorização, levando a pouca concorrência na área e a salários altos.

E não é somente pela pouca concorrência que esse profissional é valorizado no mercado. Para o avanço da sociedade como um todo, o aumento da qualidade e da expectativa de vida e o avanço da ciência em todos os aspectos, esse profissional é peça chave. É ele quem vai mapear as doenças e achar a cura, criar vacinas e etc.

Por isso, fizemos um artigo desvendando o curso de biomedicina e a profissão, com dados sobre o mercado, detalhamento sobre a grade curricular, as principais habilidades necessárias, entre muitas outras informações de alta relevância. Então se você se interessou pela área, continue lendo para saber tudo sobre ela!

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que se estuda em Biomedicina?

A grade do curso de biomedicina pode ser diferente para cada instituição de ensino, podendo variar a organização das matérias e dos conteúdos.

>>> Confira a grade curricular do curso de Biomedicina semipresencial da URI

Mas algumas matérias são obrigatórias na bagagem de conhecimento deste profissional.

Uma das principais matérias é a anatomia humana, com noções gerais sobre a morfologia do corpo humano e suas estruturas. Também podemos citar biologia celular e molecular, onde se estuda toda organização estrutural da célula, as diferentes microestruturas, suas formas e funções.

No curso de biomedicina também é estudada a genética, os diferentes processos de divisão celular, os mecanismos de transmissão de caracteres hereditários, as estruturas do DNA, mapeamento genético e os princípios da biologia evolutiva.

A bioquímica também é um tema importantíssimo a ser estudado, onde o aluno irá aprender a manipular o material biológico, usar a aparelhagem do laboratório, além de compreender a composição química da matéria viva.

A matéria de epidemiologia também é aprofundada, onde o aluno estudará os diferentes fatores que influenciam a propagação das doenças, os níveis de prevenção, indicadores epidemiológicos, além de medidas de controle e erradicação de doenças.

Na matéria de imunologia, os mecanismos de defesa inatos ao ser humano são estudados de forma ampla, bem como as células e órgãos do sistema imunológico, como o corpo humano se protege de infecções, reações inflamatórias, e também a utilização de anticorpos em métodos de diagnóstico.

Na farmacologia o aluno irá estudar os medicamentos, a classificação, origem e utilização. A ação e os efeitos dos medicamentos nos seres vivos, como eles são absorvidos pelo organismo, como são eliminados e as reações adversas.

A bioinformática é uma matéria recente, mas que tem extrema importância quando falamos em desenvolvimento das tecnologias no auxílio da ciência. Nela o aluno vai aprender sobre os recursos computacionais para pesquisas biológicas, para visualização e manipulação de estruturas de macromoléculas.

Em hematologia, ele irá estudar os componentes do sangue, sua estrutura e função, técnicas para diagnóstico e alterações clínicas relacionadas ao sangue. Além disso, o aluno também irá se preparar para a realização desses exames.

Essas matérias são apenas algumas das principais que estão presentes na grade curricular do que se estuda em Biomedicina. Esse profissional terá contato com muitos outros temas importantes antes de se formar, e os temas vistos também dependerão da instituição.

Mas é fato que todos eles serão abordados de forma profunda e completa, tudo para que o profissional já saia apto para atuação.

Como é o trabalho do biomédico?

Como já mencionamos anteriormente, o profissional de biomedicina possui uma grande importância na área da saúde de uma forma geral. Com o conhecimento adquirido no curso, esse profissional pode se tornar peça chave para o avanço da ciência, da tecnologia e das comunidades.

O biomédico pode atuar na área de estudo de doenças e pesquisas sobre a cura. Ele estuda doenças, causas, estuda os agentes e pode ir em busca de uma vacina que ainda não existe, ou na melhora de uma vacina existente.

Além disso, ele pode também atuar com tratamento genético, células tronco e tratamentos de fertilidade, em clínicas específicas dessa área ou na área de pesquisas.

Mas não é somente nessa área de descoberta de doenças e embriologia que o biomédico terá espaço. Ele pode também atuar em análises clínicas, acupuntura, biossegurança, estética, microbiologia, saúde pública e toxicologia. Por isso, pode ser considerada uma área bastante abrangente, com possibilidades em quase todas as vertentes da área da saúde.

Além de possuir uma ampla atuação na área da saúde, o biomédico também tem espaço de atuação no setor industrial. Ele pode se especializar para trabalhar em setores diversos, como na indústria cosmética, na indústria alimentícia, na parte de laticínios, entre outras. A presença desse profissional na fabricação de produtos garante a saúde e a satisfação do consumidor.

Também é possível ter atuação plena no setor público, em agências de vigilância sanitária, como a ANVISA. O papel do biomédico nas agências será garantir o monitoramento de indústrias, empresas e produtos de consumo, evitando riscos à saúde do consumidor.

Dessa forma, a atuação do biomédico é ainda mais ampla do que imaginamos, e as especializações e habilitações desse profissional podem percorrer desde a área da saúde, da indústria e no setor público. Isso faz com que seja uma profissão bastante valorizada, e que possui grande importância na manutenção de uma sociedade saudável.

Como está o mercado de trabalho em biomedicina?

Por ter uma ampla atuação, o profissional de biomedicina vem sendo cada vez mais buscado em agências, indústrias e, principalmente, na área da saúde. E por ser uma profissão relativamente nova, ainda há bastante espaço e pouca concorrência profissional. Dessa forma, o biomédico é um profissional bastante valorizado pelo mercado de trabalho.

Além disso, também é possível se manter na universidade depois de formado para atuação em pesquisas, e para seguir carreira acadêmica. O professor de biomedicina também é um profissional muito valorizado, pois ele irá formar as próximas gerações de biomédicos.

Um biomédico em início de carreira pode ganhar cerca de R$2.500, e o salário pode chegar a até R$5.780,00 de acordo com a experiência de atuação.

Porém esse valor é estipulado para atuação na área de biomedicina e pesquisa. Ele pode variar em outras áreas de atuação, como no serviço público, em clínicas de estética, na área de qualidade das indústrias, e entre outros.

As perspectivas são que essa profissão cresça e ganhe ainda mais destaque conforme o tempo passa. Uma boa demonstração de como o biomédico é uma profissão indispensável na sociedade foi com a última pandemia, onde os pesquisadores e profissionais de biomedicina correram contra o tempo na busca por uma cura para o COVID-19.

Por isso, o mercado sempre irá precisar de especialistas nesta área, não somente para mapear a cura de doenças, mas para atuar no controle de qualidade dos bens de consumo, para achar novas respostas da ciência e contribuir de forma completa para uma sociedade cada vez mais saudável.

 jovem cientista

O que precisa para gostar do curso de biomedicina?

Antes de tudo, o curso de biomedicina é da área de biológicas, com grande atuação na área da saúde. O aluno, durante o curso, terá um amplo contato com estudos do sangue, de doenças, do corpo humano e inclusive com aulas de anatomia.

Por isso, é recomendado que o aluno que deseja ingressar nesse curso não tenha nenhum impedimento com essa atuação, como hematofobia (medo de ver sangue), aicmofobia (medo de agulhas), entre outras patologias que podem impedir uma absorção das matérias ensinadas durante o curso.

Além disso, o profissional de biomedicina deve estar em constante aprendizado. Uma busca por atualização permite que o biomédico esteja sempre pronto para as inovações da área, novas tecnologias, novas doenças e novas curas.

De uma forma geral para gostar do curso de biomedicina, é necessário que o aluno se interesse pela área da saúde, e que esteja sempre apto a desenvolver ações de prevenção, proteção e reabilitação da saúde. Portanto, podemos dizer que o aluno precisa se interessar pelo bem da sociedade como um todo.

Dentre as habilidades que podem ser bastante utilizadas nessa profissão, podemos citar a comunicação, a tomada de decisões, a liderança e a acessibilidade. O biomédico deve ser um profissional acessível, e também deve manter a confidencialidade das informações a ele confiadas.

Muitas dessas habilidades são desenvolvidas ao longo do curso, mas para isso, o aluno deve ter a vontade de se tornar o melhor, se manter sempre atualizado e se interessar verdadeiramente pela área da saúde. Dessa forma, ele certamente se tornará um profissional de destaque nessa profissão.

Qual a diferença entre biomedicina e medicina?

A biomedicina e a medicina são duas áreas que se complementam de forma ampla. Dessa forma, podemos dizer que uma área se torna incompleta sem a outra área para dar o devido suporte e complemento. E é fato que existe uma grande dúvida na hora de ingressar em ambas as áreas. Afinal, qual a diferença entre o médico e o biomédico?

De um modo geral, enquanto o biomédico detecta a doença e procura combater por meio de estudos, busca por vacinas e outras substâncias, o médico faz o tratamento e o acompanhamento do paciente, com foco na manutenção ou restauração da sua saúde.

O foco do médico é o paciente portador da doença, enquanto o foco do biomédico é a doença e como buscar a melhor solução e cura para ela.

Por isso, o ambiente de trabalho de ambos também se diferencia. O médico atua com o público, em hospitais, clínicas e consultórios. Já o biomédico atua dentro do laboratório, fazendo análises laboratoriais, estudando as doenças, os tratamentos, formas de vida e entre muitos outros.

Por isso, podemos dizer que o médico não conseguiria realizar um diagnóstico sem solicitar os exames a um biomédico. E o biomédico não conseguiria chegar à um estudo preciso sem o auxílio das respostas dos médicos.

São duas profissões diferentes, que possuem atuação em áreas distintas mas que se complementam de forma completa e buscam o mesmo objetivo final: a saúde e o bem estar das pessoas.

Agora que você já chegou até aqui, é possível que esteja preparado para entrar com tudo nesse curso incrível. O profissional dessa área possui grandes responsabilidades, além de ter uma importância social indescritível.

Com vasta atuação, não é preciso se prender a somente uma área da saúde. O profissional de biomedicina pode se aventurar em área diversas, empresas, indústrias, órgãos governamentais, áreas como estética, embriologia, toxicologia, e até mesmo atuando na polícia e em órgãos de investigação.

Essas atuações vão depender da especialização que você decidir seguir. Mas se você ainda está confuso, pode se acalmar! Muitas vezes, é durante o curso que você irá conseguir desvendar qual área se identifica mais.

Dessa forma, você será preparado mesmo durante a sua graduação, sendo ambientado nas mais variadas áreas de estudo e atuação desse profissional. Além disso, os professores também poderão auxiliar caso você tenha dúvidas sobre qual área seguir. Muitos deles já tiveram ou ainda têm atuação ampla nas áreas destacadas da biomedicina.

Quer se aprofundar um pouco mais sobre as principais áreas da biomedicina que você irá estudar durante a graduação? Então dá uma olhada nesse artigo que preparamos com detalhes importantes sobre as matérias estudadas nesse curso! 

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.