ENEM

Afinal, o que cai no Enem?

Por EAD URI   | 

 Tag: ENEM

Se você quer encarar o ensino superior, certamente está se preparando para o Enem e se fazendo uma série de perguntas. Entre elas, o que cai no Enem? 

O Exame Nacional do Ensino Médio, mais conhecido como Enem, é a maior prova do país, reúne os principais conhecimentos do ensino médio e é a porta de entrada para o ensino superior. 

Isso porque a nota do Enem pode ser usada para concorrer a bolsas em universidades privadas, conseguir financiamento estudantil e até substituir o vestibular.

Devido à importância do exame, ter dúvidas sobre o que cai no Enem, além de muito comum, é fundamental para garantir que você vai se dar bem nas provas.

Por isso, neste conteúdo, vamos explorar o que cai no Enem, os conteúdos de cada área do conhecimento e como as provas são corrigidas.

Você vai conferir:

O que é o Enem?
Como funciona a prova do Enem?
O que cai no Enem?
Como é a correção da prova do Enem?
Para que serve a nota do Enem?
Onde ver a nota do Enem?
Conclusão

Sua nota do Enem vale uma bolsa de até 100%!

O que é o Enem?  

O Enem é o Exame Nacional do Ensino Médio, ele surgiu em 1998 como uma prova para medir os conhecimentos que os alunos adquiriam durante o ensino médio.

A ideia do Enem era avaliar a qualidade do ensino médio no país.

Foi apenas em 2004 que o Enem começou a ser utilizado como algo mais do que uma avaliação.

Nesse ano foi criado o Prouni (Programa Universidade Para Todos), um programa que utiliza a nota que o aluno tira no Enem como método de ingresso em universidades particulares. 

Ou seja, dentro do Prouni, a nota do Enem garante bolsas de estudo integrais e parciais. 

Algum tempo depois, em 2010, foi criado o Sisu, o Sistema de Seleção Unificada, e isso transformou o Enem em um exame tão importante quanto os vestibulares tradicionais.

Isso porque, no Sisu, universidades públicas oferecem vagas visando candidatos do Enem. 

Além disso, a nota do Enem também substitui o vestibular em algumas universidades, pode ser utilizado para ingressar em cursos técnicos pelo Sisutec e é parte do processo de admissão do FIES, o Financiamento ao Estudante do Ensino Superior. 

O Enem Digital

Devido à pandemia de Covid-19, e para garantir que os protocolos de saúde seriam seguidos durante a prova, o Enem ganhou uma versão digital em 2020. 

Nessa nova modalidade, a prova objetiva do Enem pode ser realizada pelo computador, mas o candidato não pode fazê-la de casa.

Assim como na modalidade tradicional, o aluno precisa se deslocar até o local de prova, onde terá um computador para responder as questões. 

A prova de redação, por sua vez, continua tendo formato físico.

o que cai no enem - alunos fazendo prova

Como funciona a prova do Enem?  

Como vimos acima, a prova do Enem reúne conteúdos presentes no currículo escolar do ensino médio. 

Esses conteúdos foram divididos na prova em quatro grandes áreas do conhecimento: Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. 

Cada área conta com 45 questões objetivas no Enem, ou seja, o exame tem 180 perguntas no total. 

No primeiro dia de prova, os estudantes têm 5h30 para responder as questões, e no segundo domingo, contam com 5h. 

Confira a organização das provas de cada área do conhecimento abaixo: 

  • 1º domingo: 
    • Ciências Humanas e suas Tecnologias (45 questões); 
    • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (45 questões); 
    • Redação.
  • 2º domingo: 
    • Ciências da Natureza e suas Tecnologias (45 questões). 
    • Matemática e suas Tecnologias (45 questões). 

Além da prova objetiva, o Enem também conta com uma redação. 

Como funciona a redação do Enem?  

A redação do Enem segue o modelo de texto dissertativo-argumentativo e o estudante precisa escrever de 7 a 30 linhas, defendendo sua opinião sobre o tema escolhido para a edição usando argumentos concretos e bem embasados. 

Ao final da argumentação, os estudantes precisam apresentar na redação uma solução para a questão apontada no tema que respeite os direitos humanos. 

Qual é o tema da redação do Enem? 

O tema da redação do Enem não é revelado até o início da prova.  Por isso, ainda não temos informações de qual será o tema da redação do Enem. 

Porém, é comum que o exame explore temáticas de cunho social, político, socioeconômico, ambiental ou uma combinação de todos eles. 

Por isso, ficar de olho nas notícias e em acontecimentos impactantes para as temáticas citadas acima é interessante.

Isso ajuda a ter embasamento na hora de argumentar, mas não se preocupe em ler tudo sobre todas as notícias porque o Enem oferece dados e informações na própria prova para deixar o tema da redação mais claro e acessível a todos.

o que cai no enem - como funciona a prova do enem

O que cai no Enem?

Existe um documento elaborado pelo Ministério da Educação (o MEC) onde você pode conferir tudo o que cai no Enem, os assuntos e competências. Esse documento se chama Matriz Referência do Enem e está disponível no site do INEP. 

Abaixo, vamos fazer um breve levantamento dos conteúdos abordados em cada área do conhecimento na prova. 

Ciências Humanas e suas Tecnologias

As questões dessa área abordam conhecimentos de história, sociologia, geografia e filosofia. Estes são os principais assuntos: 

  • Período colonial e escravidão no Brasil  
  • Era Vargas  
  • Ditadura Militar no Brasil  
  • Revolução Industrial
  • Primeira e Segunda Guerra Mundial  
  • Nazismo e Fascismo   
  • Guerra Fria  
  • Urbanização  
  • Globalização  
  • Meio Ambiente  
  • Migrações  
  • Cartografia  
  • Desenvolvimento humano e social   
  • Geopolítica   
  • Relações de trabalho  
  • Movimentos Sociais  
  • Pensadores da Grécia Antiga   
  • Correntes sociológicas e filosóficas antigas e contemporâneas  

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias  

Nessa área do conhecimento, o que cai no Enem são conteúdos relacionados com literatura, língua portuguesa, educação física, língua estrangeira e artes.

Os assuntos são: 

  • Interpretação de texto  
  • Gramática  
  • Estruturas textuais   
  • Movimentos literários  
  • Esportes e cuidados com o corpo  
  • Modernismo  
  • Vanguardas europeias   
  • Vocabulário  
  • Conjugação verbal   

Ciências da Natureza e suas Tecnologias  

Dentro dessa área do conhecimento estão perguntas sobre química, física e biologia. Estes são os conteúdos que costumam cair no Enem: 

  • Ecologia e sustentabilidade  
  • Ecossistema  
  • Sistema Imunológico  
  • Genética, DNA e RNA  
  • Estequiometria  
  • Ligações químicas e polaridade  
  • Reações orgânicas e inorgânicas  
  • Eletroquímica  
  • Radioatividade  
  • Cadeias Carbônicas   
  • Energia, trabalho e potência  
  • Ondas  
  • Mecânica  
  • Acústica  
  • Calorimetria  
  • Resistores   

Matemática e suas Tecnologias  

Seguindo um caminho um pouco diferente das outras, essa área de conhecimento não aborda mais de uma disciplina.

A prova de matemática e suas Tecnologias foca na matemática. Estes são os assuntos: 

  • Equações e funções de 1° e 2° grau  
  • Porcentagem  
  • Matemática financeira  
  • Razões e proporções  
  • Noções de estatística  
  • Circunferências  
  • Leitura e interpretação de gráficos 

Como é a correção do Enem?  

O exame do Enem é corrigido usando dois processos diferentes. Um deles é aplicado às provas de questões objetivas, e o outro é usado para a redação. 

Para as provas com questões objetivas, os participantes precisam preencher um cartão-resposta ao final da prova.

O cartão é recolhido pelos fiscais de prova e submetido a uma leitura por computador. Essa leitura é o que calcula a nota. 

Como são calculados os pontos do Enem? 

A pontuação do Enem é calculada usando a Teoria de Resposta Item (o TRI). Esse é um algoritmo usado para corrigir o cartão atribuindo pontos a cada resposta.

A TRI leva em consideração o nível de dificuldade de cada questão e percebe o padrão de acertos do participante. 

Analisando o padrão de erros e acertos do candidato, a TRI consegue identificar se o candidato acertou uma questão porque sabia a resposta correta – nesse caso, ele recebe um ponto inteiro – ou porque chutou – nesse caso, recebe uma pontuação menor. 

Essa é uma maneira de evitar que os chutes tenham o mesmo valor de uma resposta que veio de um conhecimento. 

É por conta desse algoritmo, da TRI, que não dá para saber a nota final do Enem apenas conferindo o gabarito.

O gabarito dá as respostas corretas, mas não a relação de pontos entre elas e o seu cartão-resposta. 

Para saber, com certeza, a sua pontuação no Enem, o ideal é esperar o resultado oficial.

o que cai no enem - como a prova do enem é corrigida

Como é feita a correção da redação do Enem?  

Diferente das questões objetivas, a redação é corrigida manualmente por uma bancada de avaliadores especializados.

Cada texto é submetido a dois especialistas diferentes e vale dizer que eles não têm contato um com o outro. 

Para corrigir a redação, os avaliadores avaliam cinco competências, sendo que cada uma delas vale 200 pontos.

Conheça as competências abaixo: 

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.  
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.  
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.  
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.  
  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos. 

Para que serve a nota do Enem? 

Antigamente, o Enem era apenas uma avaliação da qualidade da educação brasileira. Porém, o exame evoluiu para ser uma oportunidade para muitos estudantes de entrar no ensino superior. 

Hoje, é possível usar a nota do Enem para entrar em universidades públicas, privadas e escolas técnicas, além de ser parte essencial do processo de financiamento estudantil. 

Abaixo, vamos um pouco sobre como utilizar sua nota do Enem no Sisu, Prouni e Fies: 

O Enem e o Sisu 

Se você quer tentar uma vaga em uma universidade pública, é preciso se inscrever no Sisu.

Esse é o sistema do Ministério da Educação que reserva algumas vagas em determinadas universidades públicas apenas para ingresso com a nota do Enem. 

O sistema funciona de maneira que os inscritos são classificados de acordo com as notas do Enem e aqueles que tiverem os melhores desempenhos são selecionados. 

O Enem e o Prouni  

O Prouni é para quem deseja uma vaga em uma universidade particular.

As bolsas de estudo que as universidades disponibilizam junto com o programa podem ser integrais (100%) ou parciais (50%), e essa determinação depende dos critérios socioeconômicos do candidato. 

Para utilizar o Enem no Prouni, é preciso ter média acima de 450, não ter zerado a redação e se encaixar nos critérios da instituição. 

O Enem e o FIES  

Existe um terceiro lugar onde você pode usar o Enem, que é o FIES. Esse programa é um financiamento estudantil que concede financiamento sem juto, ou com juros baixos, para alunos de instituições de ensino particulares. 

Ou seja, se você já está estudando em uma universidade particular, pode usar a nota do Enem para aliviar o peso das mensalidades.

Uma informação interessante é que você não precisa ter feito o Enem no ano anterior, mas em alguma data desde 2010. 

Onde ver a nota do Enem?  

A nota oficial do Enem é disponibilizada alguns meses depois de realizada a prova.

Ela fica disponível no site oficial do Enem, onde você também encontra a redação comentada. 

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Conclusão 

Chegando até aqui esperando que você tenha conseguido entender o que cai no Enem, como funciona a prova e como você pode usar a pontuação do Enem para ingressar no ensino superior. 

Leia também: